De tempos em tempos, torna-se necessário recordar que, para além de se pensar a respeito do desenvolvimento de abordagens didáticas relacionadas ao trabalho pedagógico com conhecimentos científicos em espaços escolares e não escolares de aprendizagem, cabe também ao ensino de Ciências e Biologia promover a formação crítica, cidadã, democrática e plural da população. Apesar da polissemia desses termos, talvez já possamos considerar como um quase consenso que o emprego destes implica no combate aos preconceitos e discriminações de quaisquer tipos. O que então significa um ensino de Ciências e Biologia disposto a se intitular como antirracista e promotor das diferenças étnico-raciais?

Ensino_Biologia_Jun_2021